sexta-feira, dezembro 16, 2011

A fé confiante


"Pode uma mulher esquecer-se daquele que amamenta? Não ter ternura pelo fruto de suas entranhas? E mesmo que ela o esquecesse, eu não te esqueceria nunca. Eis que estás gravada na palma de minhas mãos, tenho sempre sob os olhos tuas muralhas."
(Is 49, 15-16)


Um grande incêndio destruiu um edifício no México, em 1986. Várias viaturas dos bombeiros foram ao local e tiveram muito trabalho para desocupar todo o edifício. Quando acreditavam já não ter mais ninguém dentro do prédio, escutaram um pedido de socorro. Era uma menina de 5 anos que estava na janela do nono andar, desesperada com o fogo e a fumaça. O chefe dos bombeiros, com o megafone, dizia à menina para pular que eles a segurariam. Mas a menina não obedecia ao seu comando. Por mais que insistisse no pedido, a menina não pulava. Os bombeiros não podiam mais passar do sétimo andar devias às chamas do incêndio que se propagavam rapidamente. As pessoas se aglomeraram próximo ao edifício, gritando, no esforço de fazer a menina pular.


Nesta hora, chega uma mulher com uma bebezinho no colo e grita: "Aninha é a mamãe, não tenha medo de pular, eu vou segurar você". Na mesma hora a menina, sem pensar duas vezes, pula do nono andar e é salva pelo bombeiros.

Quando confiamos e de fato nos lançamos em Deus, fogo, tempestade, dificuldade nenhuma pode nos destruir. Como Aninha, confie, pule nos braços amorosos de Jesus!!!

0 comentários:

Postar um comentário