sábado, dezembro 08, 2012

Olhai as aves do céu

Numa das mais belas passagens do Evangelho, diante da multidão de pessoas sofredoras, vendo suas angústias e aflições, Jesus lhes diz:


"Não vos aflijais tanto com o dia de amanhã. A cada dia bastam as suas aflições. Olhai as aves do céu, que não semeiam nem ceifam, nem guardam em celeiros... No entanto, não lhes falta o necessário porque o Pai Celestial sustenta a todas elas. Olhai os lírios do campo, que não fiam e nem tecem... No entanto vos digo que nem Salomão, em toda a sua grandeza, jamais se vestiu como qualquer deles".



Que bonitas essas palavras do Mestre. Como calam fundo em nossos corações [...] Por isso, nos momentos de aflição e desesperança, quando vemos a violência e a injustiça atingindo tanta gente inocente, é bom pensar que tudo isto começará a mudar. Será uma mudança lenta mas contínua, com a qual todos podemos colaborar, fazendo sua parte.

Quando sentir-se desalento, receoso, com aquele medo indefinido que tantas vezes nos assalta, lembra que o medo é uma emoção negativa, que abre canais de acesso a vibrações de baixo teor.

Sugestão:

Respire calma e profundamente algumas vezes, dando a si mesmo um comando para relaxar. Mentalize todo o seu ser cercado por uma luz protetora, cuja fonte está no Criador. Sinta-se protegido, otimista e forte.

De Saara Nousiainen

0 comentários:

Postar um comentário